Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Give me 5 minutes

Give me 5 minutes

 A febre do Tick Tock

Foi criada na China   em 2016 com o nome de Douyin  mas parece só agora ter chegado a Portugal.

Tick Tock  é uma aplicação que permite a gravação de vídeos curtos ( entre 15  segundos e 1 minuto )  com ajuste de velocidade disponibilizando aos seus usuários uma biblioteca de filtros faciais,  e  filtros de ambiente.

Esta aplicação que possui um interface idêntico ao   instagram, permite a troca de mensagens, seguir utilizadores,  comentários e partilhas 

Sendo essencialmente  usada pela camada mais nova, esta rede social, começa agora a desabrochar em Portugal e já marca  presença   regular no conteúdo de alguns  influenciadores digitais do nosso pais.

E vocês   já conhecem?

Já aderiaram?

Séries que vejo e que recomendo

Como já viram pelo título do post o tema de hoje são as séries que vejo e que recomendo.

E também já devem ter percebido que eu trabalho muito com listas, pois estas facilitam muito a minha vida. É através delas que mais rapidamente tomo consciência das coisas, gastos semanais, gastos mensais e outros... E foi precisamente ao fazer esta lista que me apercebi de 2 coisas, a primeira é que só estou a ver séries antigas… não sei porquê, mas, como vejo regularmente  os canais Fox e Axn acabo por assistir só a estas que são as que passam por lá.

A segunda coisa, é que só vejo séries policiais…Desta pequena lista de 21 séries apenas 3  são comédia…

Tenho ouvido falar muito da Guerra dos Tronos e da Casa de Papel, a primeira só vi apresentações e não despertou a minha atenção, a segunda vi o primeiro episódio e também não me cativou.

Para mim as melhores séries dentro do género são :

  1. Friends (2004) - Comédia 
  2. The Big Bang Theory (2019) - Comédia 
  3. Young Sheldon (2017) - Comédia 
  4. Mentalista (2015)
  5. CSI Miami (2012)
  6. CSI Nova York (2013)
  7. CSI Las Vegas (2015)
  8. Investigação Criminal – NCIS (2003)
  9. Investigação Criminal – NCIS –LA (2019)
  10. Chicago Fire (2012)
  11. Chicago PD (2014)
  12. The Blacklist (2019)
  13. Mentes Criminosas (200)
  14. S.W.A.T (2017)
  15. The Rookie (2018)
  16. Lei & Ordem (1990/1999)
  17. FBI (2018)
  18. Blindspot (2015)
  19. Castle (2016)
  20. Hawai Five (2010)
  21. Bones (2017)

Adoro ficar no sofá e fazer uma maratona de séries pela noite dentro 

E por aí  gostam de séries?

O que andam a ver?

E o que recomendam?

Sugestão para jantar - Jardineira de Novilho

Com este tempo frio gosto de cozinhar pratos que depois possa aquecer, sem que percam muito do seu sabor.

A pensar nisso e porque nem sempre sabemos o que cozinhar, achei por bem partilhar convosco esta receita que é fácil, económica e rápida.

Faço muitas vezes e para não enjoar vou alternado um dos ingredientes, uma vez faço com feijão verde e outra vez faço com ervilhas e  gosto de ambos.

Então para  confecionar este prato  vão precisar dos seguintes ingredientes:

Ingredientes:

  • 400 g novilho cortado em pedaços
  • 1 chouriço
  • 1 cebola média.
  • Batata
  • Cenoura
  • Feijão verde ou ervilhas
  • Pimenta  ( costumo usar as 3 pimentas do pingo doce) e sal q.b.
  • louro( 1ou 2 fohas)
  • 1 copo de vinho branco( pequeno)
  • Polpa de tomate q.b.

Preparação:

  • Num tacho antiaderente, refoguem a cebola picada  no azeite até ficar loura
  • Adicionem a polpa de tomate 
  • Juntem os pedaços de novilho temperem com sal e pimenta, e deixem cozinhar 
  • Adicionem  o vinho branco
  • Adicionem as batatas, as cenouras e o feijão verde /ervilhas,  adicionem mais água se necessário e retifiquem os temperos.
  • Deixem cozinhar até estarem os legumes cozidos. Et Voilá Bom Apetite!

 

Experimentem e  partilhem aqui a vossa versão.

 

O Podcast veio para ficar

Muito se tem ouvido falar de podcast, no entanto ainda são poucas as pessoas que estão familiarizadas com este conceito.

Para estas elucido que  o podcast nada mais é do que uma ferramenta de publicação de ficheiros multimédia (muito semelhante ao youtube).

Basicamente os podcasts são ficheiros com temáticas variadas, desde notícias, fotografia, entrevistas, música, humor, livros etc... Como meio de comunicação cabe ao utilizador selecionar o tipo de conteúdo que pretende ver ou ouvir. Conteúdo este que pode ser descarregado para ser ouvido quando e onde quiser necessitando apenas de um Telemóvel, um Tablet ou um Computador. Esta é uma nova forma fácil e prática de assimilar os assuntos que nos interessam.

Para terem acesso aos podcast terão que descarregar a aplicação adequada, no entanto já estão disponíveis variadíssimas aplicações quer para IPhone, quer para Android….

A próxima questão que se coloca é saber quais as vantagens em ouvir podcasts.

Pois bem para além da praticidade de acesso (uma vez descarregados os podcasts, podem ser ouvidos em qualquer altura sem ser necessário ligação à internet), muitas pessoas só desta forma conseguem ouvir os programas que lhes interessam;

Outra vantagem é a rentabilização do nosso tempo, quer sejam os tempos mortos ou aqueles tempos em que desenvolvemos aquelas atividades mais aborrecidas (por exemplo quando estamos numa sala de espera, quando viajamos de comboio ou de autocarro, quando estamos a fazer as lides caseiras, quando fazemos compras no supermercado, enquanto fazemos uma caminhada, na ida ao ginásio…) No desenvolvimento destas atividades ouvindo um podcast acabamos por fazê-las sem nos apercebermos minimizando desta forma o desconforto que nos possam causar;

Estamos sempre acompanhados (ouvir alguém a falar para mim funciona como companhia pois sou o tipo de pessoa que  tem sempre a televisão,  ou o  rádio ligados);

Não esquecendo que ouvindo os nossos temas preferidos vamos enriquecendo porque ao aprendermos coisas novas, evoluímos  e crescemos.

Para quem está curioso ou para quem quer iniciar-se agora no mundo dos podcast e não sabe a aplicação que deve descarregar deixo-vos as 7 melhores aplicações disponíveis no mercado segundo a e-konomista:

  1. Podcast Addict ( Android)
  2. Google Podcasts( Android)
  3. Podcast Republic( Android)
  4. Overcast (IOS)
  5. Pocket Casts ( Android e IOS)
  6. Stitcher( android e IOS)
  7. CastBox( android e IOS)

Caso tenham interesse existe mais informação aqui

E agora pergunto quem já fez dos podcast o seu companheiro diário?

Estou com muito psicológico

Conheço  muitas pessoas  que quando alguém  diz que tem frio profere a seguinte  frase "o frio é  psicológico " mas este mês  é   vê-los  de luvas, cachecol  e sobretudo.  Esta imagem deita por terra toda a psicologia.  

Eu  pertenço  ao grupo dos friorentos e acho  que me vou transformar em boneco de neve com o frio que tenho sentido este mês.  E vocês  também têm sentido muito frio  ou também pertencem ao "gang " do psicológico? 

A verdade dos provérbios e dos ditados populares

Uma das coisas que tendo tido a sua origem na antiguidade e que  ainda hoje  permanece viva são os provérbios e os ditados populares.

Estes, sendo um reflexo da vida de antigamente  em que se expresavam as verdades,  e as experiências vividas, mantêm-se  actuais ainda nos nossos dias continuando a passar de geração em geração.  É comum serem proferidos  quer por jovens como pelos menos jovens. Prova viva de que o boca a boca é a melhor e mais eficiente forma de passar a mensagem.

Como cultura de um povo eles  têm feito e continuarão a fazer  parte da nossa vida.

Foi por isso que me lembrei de escrever sobre eles.  Como passamos algum tempo  em salas de espera ou em filas intermináveis nos supermercados e outros , quer queiramos quer  não , acabamos por ouvir as conversas das pessoas que estão próximas de nós. Foi nesta escuta que apurei quais os ditados e provérbios populares mais usados  na minha zona.

 

  1. Bicho-de-sete-cabeças
  2. Com o rei na barriga
  3. Com a corda toda
  4. Com a corda no pescoço
  5. Favas contadas
  6. Fazer ouvidos de mercador
  7. Tapar o sol com a peneira
  8. Ave de mau agouro
  9. Mais vale um pássaro na mão que dois a voar
  10. Farinha do mesmo saco
  11. Sangria desatada
  12. Colocar panos quentes
  13. Cor de burro quando foge
  14. De pequenino é que se torce o pepino
  15. Salvo pelo gongo
  16. Comer com os olhos
  17. Amigo da onça
  18. Como sardinha em lata
  19. Pior cego é o que não quer ver
  20. Andar à toa
  21. Casa de mãe Joana
  22. Onde judas perdeu as botas
  23. Quem não tem cão caça com gato
  24. Pensando na morte da bezerra
  25. Não entender patavina
  26. Jurar de pés junto
  27. Testa de ferro
  28. Lágrimas de crocodilo
  29. Fila indiana
  30. Queimar as pestanas
  31. Sem papas na língua
  32. Maria vai com as outras
  33. Tão ladrão é o que vai à horat como o que fica à porta
  34. Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades
  35. A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha
  36. A justiça tarda mas não falha
  37. A necessidade aguça o engenho
  38. A ocasião faz o ladrão
  39. A palavra é de  prata e o silêncio é de ouro
  40. Águas passadas não movem moinhos
  41. Albarda-se o burro à vontade do dono
  42. Amor com amor se paga
  43. Amigos, amigos, negócios à parte
  44. Mais vale prevenir do que remediar
  45. Mais vale tarde que nunca
  46. Palavras leva-as o vento
  47. Para baixo todos os santos ajudam
  48. Para lá do marão mandam os que lá estão
  49. Preso por ter cão e preso por não ter
  50. Tempo é dinheiro

Estes foram os 50 selecionados, porque foi os que mais vezes ouvi mas  existem muitos mais.

Desta lista quais são os que vocês mais usam ou os que mais ouvem na vossa zona?

Por onde escapa o nosso dinheiro

 

Muitas vezes damos por nós a pensar para onde foi o nosso dinheiro. O facilitismo e os cartões  hoje em dia, acabam por nos fazer gastar mais do que quermos e sem dar por isso. Nos nossos dias  já não estamos formatados  para trabalhar com dinheiro vivo.

Com estas modernices dei por mim  a ter que conferir todas as minhas despesas para saber onde  e como gasto os meus euritos.

 

Assim aqui vai a lista dos “surrupiadores” do meu e provavelmente do vosso dinheiro:

  1. Cartões de crédito são muito bons e úteis  para uma situação de emergência se não tivermos onde recorrer mas são eximios a reaver tudo o que emprestam e os juros que cobram levam-nos á banca rota;
  2. Atraso no pagamento de faturas. Se temos a pouca sorte de pagar alguma fatura depois do prazo  as empresas têm a felicidade de somar mais alguns euritos ao seu lucro;
  3. Não conferir  o troco. Andamos sempre com pressa e acreditamos que o operador de caixa nos faz o troco corretamente, só que nem sempre isso acontece. São humanos e também se enganam.
  4. Conferir o talão das compras, nem sempre o preço que está marcado passa corretamente nas caixa ( sejam as promoções semanais, do supermercado sejam nos saldos – Já me aconteceram as duas situações),
  5. Comprar por impulso.Porque estamos com pressa e não temos tempo de fazer uma avaliação do produto, acabamos por comprar e depois se vê…
  6. Usar cartões de débito, meus amigos neste procedimento ou prestamos muita atenção ou o dinheiro desaparece num piscar de olhos.

Estas são as 7 situações que em algum momento da minha vida já aconteceram e foi por isso que aprendi a fazer listas. Faço listas dos pagamentos mensais, faço lista para compras semanais no supermercado, faço listas para as compras dos saldos, confiro o troco e os talões de compra, raramente uso o cartão de crédito mas mantenho-o por segurança.

Já não compro por impuslo, prefiro perder a oprtunidade do que perder dinheiro. E sim sou poupadinha mas com listas. E vocês já  passaram por alguma destas situações?

 

Alimento para o corpo e para a alma

Foi em Óbidos que descobri este espaço maravilhoso que reúne o melhor de dois mundos.

O Mercado Biológico situado no antigo quartel dos bombeiros na Rua Direita,nº 28 tem como mote “da terra ao prato”. As tradicionais caixas de madeira  que outrora carregavam fruta têm agora a função de prateleiras, forrando as altas paredes do edifício, servindo de albergue aos milhares de livros.

Este mercado (que vende  produtos hortícolas e frutícolas biológicos e livros) conceito que penso ser único em Portugal e no mundo providencia alimento para a alma e para o corpo.

Para quem procura um programa diferente, sugiro uma visita à vila de Óbidos e especialmente a este espaço que prima pela originalidade.

 

InShot_20200119_053315993.jpg

 

Verdade ou consequência

Deambulamos por aqui, vamos lendo os textos uns dos outros, comentamos aqui e ali, formamos uma comunidade, mas pouco ou nada sabemos uns dos outros.

Respeitando quem quer manter o anonimato e se oculta por detrás de um avatar, gostaria ainda assim de vos lançar um desafio.

Quando era pequena jogava muito a um jogo chamado verdade ou consequência e porque não sou muito boa a explicar recorri à wikipédia que diz  ” A brincadeira consiste numa roda de participantes que giram uma garrafa ou outro objecto comprido e com duas extremidades diferentes entre si, de forma que ao fim do giro o objecto aponte para dois participantes da roda, um recita o nome do jogo com entoação de interrogação, e outro que deve responder se quer "verdade" ou "consequência"/"desafio". Caso seja escolhida a opção "verdade", é feita uma pergunta, geralmente de foro íntimo, que deverá ser respondida; se escolher a outra opção, deverá realizar uma tarefa, a critério do participante que fez a pergunta inicial. Caso haja somente dois participantes, o ato de girar a garrafa é dispensado.”

O que vos proponho hoje é que respondam apenas às questões abaixo, obviamente que não terão nenhuma consequência nem serão questões demasiado intimas.

Comecemos:

1. Qual é a mania mais esquisita que têm?

2. Qual foi a coisa mais embaraçosa que já fizeram?

3. Qual foi a ilegalidade que já cometeram?

4. Qual foi a última coisa que pesquisaram na Internet?

5. Qual foi o pior presente que já deram a alguém?

6. Qual foi o sonho mais assustador que já tiveram?

7. Qual é hábito infantil que ainda têm?

8. Qual é a coisa que mais vos assusta ou que mais temem?

9. Se pudessem por um dia trocar de vida com uma celebridade quem escolhiam?

10. Qual a maior mentira que já contaram a alguém?

11. O que é que a maioria das pessoas pensa que é verdade sobre vocês, mas, não é?

12. O que fariam se fossem do sexo oposto por uma semana?

13. Já se arrependeram imediatamente após enviar uma mensagem? Para quem?

14. Qual é a última coisa que fazem antes de sair de casa?

15. E a última coisa que fazem antes de ir para a cama?

16. Qual é o objecto que trazem sempre convosco além do telemóvel?

17. Qual é a música que mais ouvem no momento?

18. Qual é a vossa comida preferida?

19. Qual é a cor que nunca usam?

20. Qual foi o último livro que leram?

Não querendo ocupar muito do vosso tempo, penso que 20 questões serão mais do que suficientes para começarmos a interagir mais uns com os outros.

Bom desafio 

O impacto do Não na nossa vida

É sabido que não agradamos a gregos e a troianos e por mais que façamos nunca vamos conseguir a gradar a todas as pessoas. Ceder sempre às solicitações dos outros é muitas vezes colocar as nossas coisas de lado.

O sim para os outros equivale quase sempre a um não para nós.

“Seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa… Não deixe o ruído da opinião dos outros abafar a sua voz interior.” —Steve Jobs

A frase de Steve Jobs mostra como efectivamente nos prejudicamos por causa dos outros. Quantos de nós não faltámos já ao ginásio, ou deixámos de ver um filme, ou cancelamos um passeio porque alguém nos pediu ajuda?

Muitos de nós com toda a certeza. E dai coloca-se a questão - Mas porque é que ajudamos os outros? Os motivos são vários, sendo que os que penso serem comuns à grande maioria é a necessidade que temos de agradar, ajudamos porque também gostamos de ser ajudados, ajudamos porque queremos ser simpáticos, ajudamos porque não queremos ser vistos como ati-sociais e por ai vai… e no fim o preço que pagamos por ajudar os outros reflecte-se no sacrificar a nossa vida, os nossos interesses e os nossos gostos…

É imperativo  mudar e começar a dizer NÃO.

Deixem de responder a tanta solicitação. Não desorganizem a vossa vida para organizarem a vida dos outros. Mas atenção não se estejam a justificar, digam simplesmente que já têm compromissos. Não têm que se sentir culpados lembrem-se que estão apenas a valorizar a vossa vida. Esta sim deve ser a vossa prioridade.

Não caiam na armadilha do “são só 5 minutos” porque todos sabemos que esses 5 minutos transformam-se em horas.

Memorizem a frase “percebo, mas não te posso ajudar”. E tenham-na sempre na ponta da língua. Defendam os vossos próprios interesses e prioridades.

Não quero com este texto dizer que não devemos ajudar os outros. Lógico que o devemos fazer, mas para nos protegermos devemos aplicar alguns filtros antes de o fazermos.

Fica o mote nunca priorizar as tarefas, interesses e vida dos outros.Aprenda a dizer NÃO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/3